As pesquisas também demonstraram de forma clara e nítida o grau de insatisfação do povo goiano com o governo do PSDB, a exemplo de uma disputa entre Daniel Vilela e Jose Eliton, os resultados apresentados foram (28,7), do Daniel contra (13,8) para José Eliton.

REJEIÇÃO

O nome que apresenta o maior índice de rejeição para o senado é do atual governador Marconi Perillo (PSDB), (40,2), pontos seguido de Maguito Vilela (25,3), pontos e Dona Iris (23,4), pontos.

 

SURPRESAS

Numa Enquete recentemente realizada pelo Movimento Jovem na Política pela internet para as pré-candidaturas na câmara legislativa em Goiás também houveram surpresas, com nomes novos despontando favoritismo, principalmente nesta região metropolitana do DF.

Dentre estas destacamos os nomes do Dr. Roberto Martins (PT), com 753 votos, 0.91% do total de votantes  e conquistando o 12ª lugar,  Afrânio Pimentel (PR) com 608 votos 0.73% do total de votantes   conquistando o 14ª lugar e a deputada licenciada e secretária Leda Borges com 398 votos 0.48% do total de votantes, conquistando o 17ª lugar do ranking dentre os mais votados.

Os pré-candidatos para deputado estadual de Luziânia pontuaram a partir da 34ª posição do ranking geral, sendo eles, 34ª Eliel Junior 0.15% (125 votos), 37ª posição, Cambão 0.14% (115 votos) e a 41ª colocação foi conquistada pelo deputado Diego Sorgatto 0.12% (98 votos) . 

 

Veja a programação 

 

 

    Matrículas Abertas 

 

 

Sucessão Politica - Goiás - publicado em 07 de dezembro

 

Pesquisas recentes demonstram grau de insatisfação do povo goiano com atual governo.

 

Há dez (10), meses das eleições que definirá o próximo mandatário no estado de goiás Ronaldo Caiado segue na liderança das intenções de votos. Segundo a pesquisa encomendada pela SERPES/ACIEG e divulgada recentemente o Democrata lidera com ampla vantagem e em primeiro lugar em todos os cenários apresentados.

Se as eleições de outubro de 2018 fossem hoje, Ronaldo Caiado teria nada mais do que 44 pontos percentuais em uma eventual disputa com o deputado Federal Daniel Vilella (PMDB), e com o vice governador e ex-secretário de segurança pública José Eliton (PSDB), que respectivamente teriam 12,1 e 6,2 pontos.

A SERPES/ACIEG também simulou cenários com outros possíveis pré-candidatos e que não ventilaram possível disputa. Dentre eles, o empresário Djalma Rezende, o atual presidente da assembleia legislativa José Vitti (PSDB), e o presidente da Adial Otávio Lage.

Com todas estas possibilidades o democrata ainda se desponta na frente com (39) pontos percentuais de vantagem. Em seguida estariam Daniel Vilela (9), José Eliton (4,8), Otávio Lage (3), Djalma Rezende (2,9), e José Vitti (2,4).

O resultado é positivo para Ronaldo Caiado em praticamente todas as regiões do vasto estado de Goiás. Na disputa com os principais nomes do cenário político, na região central do estado o Senador teria (42,4), pontos enquanto Daniel Vilela teria (14,8), pontos e o vice governador José Eliton na lanterna com (1,5), pontos.

Esta diferença amplia na capital onde o Senador teria (43,6), enquanto Daniel Vilela teria (8,3), pontos e o vice governador com (5,4), pontos.

O resultado que apresenta maior diferença entre os pré-candidatos, é na região norte do estado onde o Senador teria (57,1), José Eliton se recupera com (15,2), pontos e Daniel Vilela (2,9), pontos.

 

SEGUNDO TURNO

Em simulações feitas numa possibilidade de segundo turno o Senador Ronaldo Caiado dispara com (50,8), pontos com relação ao vice José Eliton que somou (10,6), pontos. Numa possível disputa com o pré-candidato Daniel Vilela o senador teria (47,6) contra (14,2), pontos do segundo colocado.