Nos grupos sociais, alguns cidadãos que estiveram presentes na sessão fatídica se manifestaram e repudiaram a atitude do Líder de Pábio Mossoró.

“Foi uma vergonha, uma coisa inadmissível. Nós, cidadãos nos sentimos envergonhados com os representantes que habitam a casa disse Vargas Alves

Agora nos resta saber se a comissão de Ética da Câmara abrirá um processo administrativo para apurar a conduta do vereador.

quem aposte que, como nos casos anteriores, esta comissão será omissa, conivente e cúmplice. Praticas corriqueiras e conhecidas na Câmara.

E também se o prefeito Pábio Mossoró (PSDB), concordará com a atitude do vereador e se vai mantê-lo na função de líder do governo na Câmara. 

MídiasSociais

 

Veja a programação 

 

 

    Matrículas Abertas 

 

 

 



Falta de Decoro Parlamentar - Valparaíso de Goias  - 16 agosto de 2017

 

Líder do Governo Pábio Mossoró (PSDB), parte pra porrada em plenário e durante sessão

Da DIR p/ ESQ.. Plácido - Secretário de Governo, Alceu Presidente da Casa , o Lider de Governo e Vereador Zeca, Prefeito Pábio Mossoró e a Vereadora Elenir.Da DIR p/ ESQ.. Plácido - Secretário de Governo, Alceu Presidente da Casa , o Lider de Governo e Vereador Zeca, Prefeito Pábio Mossoró e a Vereadora Elenir.

Comentários do Cidadão Vargas Alves nas redes sociais no período de recesso e a respeito da postura equivocada do vereador Zeca que foi Lider de Governo dos últimos três mandatários e agora do Pábio Mossoró (PSDB). Deixaram o vereador irritado a ponto de perder a compostura e o decoro parlamentar nesta quarta-feira 16 de agosto, durante a sessão.

 

Segundo Vargas Alves o referido vereador desferiu agressões verbais e o chamou pra porrada em desrespeito a casa, aos pares e aos cidadãos que acompanham as sessões. O vereador já é conhecido por suas atitudes e talvez este seja o motivo pelo qual os prefeitos costumam escolhe-lo para representa-los na casa.

 

Conhecida pratica de intimidação do vereador com estas atitudes à aqueles que se opuserem ao governo, já demonstrou que isso pode trazer bons resultados. O que nos leva crer que o dono do "pitbull" concorda com esta pratica nem um pouco democrática, e que nos remete a idade média.

 

A agressão foi verbal graças aos seguranças que interviram e evitaram o pior. O eleitor reclamava, justamente, da postura incoerente do vereador. O referido sempre inicia o mandato na oposição. E depois se torna responsável por defender as ideias do mandatário.

 

A sessão foi encerrada por conta do "circo de horrores", fato que se tornou comum na casa legislativa .